JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

11 de dezembro de 2015

Brasileiro de Futebol Americano 2015 vai ter final inspirada no Super Bowl

Os Gonzagas (Foto: Reprodução / TV Globo)

Além do jogo que vai definir o campeão entre Espectros e Crocodiles, evento vai contar com telões de LED, jogos interativos, feira de lanches e show de Os Gonzagas. 

São é só um jogo. A frase, lema do time da casa, nunca fez tanto sentido como na final do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, que vai acontecer no próximo domingo entre João Pessoa Espectros e Coritiba Crocodiles, no Estádio Almeidão, em João Pessoa. A organização do evento preparou uma série de atrações claramente inspiradas em eventos esportivos americanos, como o próprio Super Bowl, a final americana do esporte. E quem for ao Almeidão, vai ter acesso a shows, jogos interativos e telões de LED para acompanhar o duelo que vai definir o novo campeão brasileiro da modalidade.

O ponto alto da festa vai ser um show no intervalo do jogo, de trinta minutos de duração, em que a estrela principal será a banda de forró Os Gonzagas, que faz sucesso na Paraíba há vários anos e que mais recentemente brilhou no programa SuperStar, da TV Globo.

Curta nossa página nas Sedes Sociais: Twitter, Google+



Mas segundo a organização do evento, isto não é tudo. Apesar da decisão estar marcada para às 16h, o evento começa três horas antes. A proposta é trazer uma experiência nova para o público que vai ver a partida. Tanto que antes mesmo de entrar no estádio, na área externa, o torcedor vai encontrar uma feira temática de lanches (com foodtrucks e foodbikes) disponíveis em um ambiente que será animado por DJ e com brincadeiras interativas.

Dentro do estádio, é a vez das atrações musicais. A banda de pop rock Impulso vai tocar antes da partida. E no intervalo, que assim como no Super Bowl vai ser de meia hora, tocam os Gonzagas. Durante o jogo, haverá pintura de rosto e uma lojinha vendendo produtos do Espectros, para quem quiser entrar no clima da torcida.

A equipe responsável pelo evento também vai instalar pela primeira vez no Almeidão dois telões de LED de 8 metros quadrados cada para a torcida acompanhar imagens do jogo e da arquibancada.
Crocodiles e Espectros já fizeram duas finais e o time de Curitiba levou a melhor em ambas
(Foto: Amauri Aquino / GloboEsporte.com/pb)

De acordo com o diretor de marketing da Confederação Brasileira de Futebol Americano, Fernando Fleury, existe uma tentativa de mudar a cultura do público brasileiro, que não costuma vivenciar o pré-jogo no estádio. Enquanto em outros países os torcedores chegam ao estádio com muitas horas de antecedência, com o brasileiro isto ainda não acontece.


- O objetivo é fazer com que o torcedor venha antes do jogo e possa se ambientar, aproveitar o estádio e tudo o que ele pode oferecer. Em geral, o brasileiro quer chegar cinco minutos antes da partida e ir embora um minuto depois que acaba. Estamos tentando mudar um pouco isso. Permitir que os fãs de futebol americano vivenciem esta cultura que já aconte em outros países. Por isso somos cobrados não só pelo desenvolvimento do esporte, mas pelas vivências em torno do estádio – explicou Fleury.

É esse o mesmo pensamento do presidente do Espectros, Gustavo Sousa. Ele quer agradar e fidelizar o público, tanto os antigos torcedores que acompanham o time desde o início como alguns que vão pela primeira vez ver a equipe fantasma.
Guto Sousa, presidente do Espectros (Foto: Rammom Monte/GE/PB



- No evento de domingo vamos ter diversos públicos: os nossos torcedores frequentes, os que costumam ir ao estádio para ver futebol e também aqueles que nunca foram ver uma partida in loco. Queremos agradar a todos para que eles tenham uma boa experiência e se torne um frequentador habitual. Por consequência, mais um torcedor do time - explicou Guto.

Esta vai ser a primeira final de Campeonato Brasileiro de Futebol Americano que um show vai ser realizado no intervalo do jogo. Mas a experiência já foi testada em finais regionais, como a da Superliga Nordeste e a da Centro-Sul deste ano.

Guto Sousa explica que por ora cada time mandante organiza seu próprio evento, mas a ideia é que haja uma padronização para os próximos anos.
- Cada um faz do seu jeito hoje em dia. A ideia é que isto mude nos próximos anos e a gente consiga ter uma liga para padronizar os jogos e as finais e fazer com que as pessoas entendam que o evento é diferente mesmo. Por exemplo, após saber que ia ter show de Os Gonzagas, teve gente querendo saber se tinha que comprar dois ingressos e eu expliquei que não - disse.

Os Gonzagas novamente
Esta é a segunda vez que Os Gonzagas tocam na final do Brasileiro. Em 2013, quando o jogo aconteceu no Estádio Teixeirão, em Santa Rita, a banda tocou. Entretanto, daquela vez foi antes da partida. E ao receber novamente o convite, o sanfoneiro Yuri Gonzaga disse que a banda ficou feliz por poder participar mais uma vez do evento.

- Ficamos feliz pelo convite e pela associação da banda com os Espectros. Eles, assim como a gente, representam a Paraíba. Isso gera uma identidade e nos deixa empolgados, principalmente porque a gente sabe que eles estão fazendo algo grandioso para o futebol americano no Brasil – destacou Yuri.

Fonte: Globoesporte.com/pb
Dona Inês Esportes

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.