JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

24 de janeiro de 2016

De virada, CSP vence Treze no último amistoso dos times antes do estadual

Galo sai na frente com Thiago Furlan, mas Tigre vira com Bruno e Caaporã. O jogo foi disputado no Estádio Presidente Vargas, em Campina Grande.

A fase de testes acabou para Treze e CSP. No último amistoso antes da estreia no Campeonato Paraibano, o Tigre surpreendeu e venceu o Galo por 2 a 1, de virada, no Estádio Presidente Vargas. Os três gols da partida deste domingo saíram no primeiro tempo. O Alvinegro saiu na frente com gol de Thiago Furlan, mas o time alviceleste reagiu e marcou com Bruno e Carlos Caaporã.
Primeiro tempo da partida foi intenso: Treze sai na frente e CSP busca a virada (Foto: Junot Lacet Filho / Jornal da Paraíba)

Foi a primeira derrota do Treze na pré-temporada. Antes, o time do técnico Marcelo Vilar havia obtido três vitórias e um empate. Já o Tigre, em apenas dois jogos, perdeu para o Sport por 1 a 0 e fechou a fase com essa vitória sobre os trezeanos.


Na competição estadual, o Alvinegro estreará sábado, fora de casa, contra o Santa Cruz de Santa Rita. Por sua vez, o CSP visitará o Campinense, atual campeão, em Campina Grande, também no mesmo dia.


Treze começa bem, mas CSP melhora e vira
O Treze começou bem a partida. Sem dar espaços ao CSP, o time abriu o placar logo aos 13 minutos. Após boa jogada, Diego Neves desviou cruzamento na área e a bola sobrou livre para Thiago Furlan, que mandou para as redes de Wallace.

Com o tento marcado, o Galo deu a impressão de que iria liquidar o adversário. Mas, apesar de contar com uma equipe jovem, o CSP equilibrou as ações e conseguiu empatar o jogo aos 28 minutos. Bruno aproveitou bobeira da zaga e mandou para as redes do goleiro Rafael Dida.

Animado, o Tigre virou o placar. Carlos Caaporã avançou e tocou de perna direita no ângulo de Rafael, que nada pôde fazer para evitar a segunda queda de sua meta, aos 33 minutos. Depois disso, o técnico Marcelo Vilar não esperou pelo segundo tempo e fez uma mudança na equipe. Ele trocou o lateral-direito Glaubinho por Toninho, um dos remanescentes do elenco de 2015.


Tigre segura o Galo no segundo tempo
Diferentemente dos outros amistosos, o Galo voltou para o segundo tempo apenas com uma mudança: Márcio Greyck em lugar de Rafael Dida no gol. Já o CSP não mexeu.

E a exemplo da etapa inicial, o Alvinegro começou buscando o gol, mas sem objetividade. A partir dos 20 minutos, os dois treinadores fizeram muitas alterações, fazendo que a qualidade técnica do jogo caísse.

Mesmo assim, o Treze ainda insistiu na busca pelo gol de empate, mas o Tigre segurou o placar construído no primeiro tempo.

No amistoso deste domingo, o Treze utilizou os seguintes jogadores: Rafael Dida (Márcio Greyck), Glaubinho (Toninho), Rafael Nascimento, Everton e Altemar (Luciano Amaral), Elizeu, Patrick (Mael), André Lima (Léo Lima) e Lúcio Curió (Josivaldo); Diego Neves (Índio Oliveira) e Thiago Furlan.

O CSP jogou com: Wallace (Jônata), Igor (Thomas)(Adonias), Luís Paulo (Felipe), Ítalo (Carlão) e Senegal (Nelsinho); Peu (Valber), Matheus Guará, Netinho (David) e Leandro; Carlos Caaporã (Leandro) e Bruno (Hamyson).

Fonte: Globoesporte.com/pb

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.