JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

19 de março de 2016

CBF cede à pressão de federações e deve ampliar a Série D novamente

Quem não chora, não mama. E o velho chavão pode se aplicar ao atual momento da quarta divisão do futebol nacional.

Pressionada por algumas federações depois da ampliação na Série D do Brasileiro, que beneficiou São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Ceará, Alagoas, Rio Grande do Norte e Pará com mais um vaga na competição, a Confederação Brasileira de Futebol estuda aumentar novamente o número de clubes.

Isso porque as entidades estaduais que “sobraram na curva” em relação às novas vagas enviaram ofícios à CBF reclamando do critério utilizado.

Somente as federações mais fortes foram beneficiadas.

Presidentes das entidades do Maranhão e da Paraíba, Antonio Américo Lobato Gonçalves e Amadeu Rodrigues, respectivamente, declararam ontem que a Confederação cedeu à pressão e também vai oferecer uma vaga aos demais Estados.

As conversas já estão em andamento e a expectativa é que o anúncio oficial sobre essa nova mudança aconteça no início da próxima semana.

A informação que parte dos dirigentes estaduais dá conta de que o número de clubes participantes passará de 48 para 64. Mas na CBF, comenta-se que o aumento não será tão grande assim e a Série D deverá ter 58 integrantes.

Depois que for oficializada a nova mudança no número de integrantes, as federações devem se reunir e pedir para que a Série D seja realizada de forma regionalizada, para que os clubes não tenham tantos gastos.

PRIMEIRA MUDANÇA
Na última terça-feira, a CBF anunciou, através de um comunicado oficial, que o número de integrantes da Série D iria aumentar de 40 para 48 e, as oito novas vagas, seriam distribuídas através do Ranking Nacional de Federações.

“A CBF acredita que, com esta modificação, está estimulando o surgimento de novos talentos, garantindo emprego e renda para os que trabalham com o futebol e movimentando a torcida local, que poderá acompanhar seus times preferidos e vibrar com seus jogadores”, publicou o diretor de competições da CBF, Manoel Flores, através de um comunicado oficial.

Voz da Torcida

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.