JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

31 de março de 2016

Treinador do Atlético de Cajazeiras conta com a força da torcida para escapar do rebaixamento



Com a pior campanha da primeira fase do Campeonato Paraibano de 2016, o Atlético de Cajazeiras tenta virar a chave para entrar no “quadrangular da morte” e escapar do rebaixamento ao fim da competição.
Foto: Reprodução/ Facebook

Ao assumir o Trovão na quarta rodada, o treinador Cleibson Ferreira teve que dar uma cara nova ao clube. O trabalho na parte motivacional e dentro de campo foi duro, tanto que mesmo tendo conquistado apenas uma vitória, permaneceu no cargo – inclusive deixou de aceitar propostas de outros clubes para ficar no Atlético -, e agora prepara o time para escapar da degola.

O pernambucano falou sobre as dificuldades encontradas nesse período, inclusive sobre a falta de comprometimento de alguns atletas, que ele garante ser assunto superado. Além disso, assegurou que o grupo que está no clube é unido e está focado no objetivo de permanecer na primeira divisão.

- O fato de remontar uma equipe em meio a uma competição atrapalhou muito. Foram muitas dispensas por jogadores que não estavam comprometidos com o clube, alguns por irresponsabilidades, e outros porque tecnicamente não supriam a nossa necessidade. Agora temos que corrigir dentro de campo, como algumas contratações para setores carentes – ponderou o treinador.

Foram apenas 5 pontos e “modestos” três gols marcados em dez partidas. Mas a evolução na reta final é reconhecida, inclusive pelo torcedor do Trovão, pela dificuldade que a equipe passou a impor aos seus adversários. O time ainda precisa melhorar, mas o comandante atleticano crê que a força do clube, além da melhora do desempenho, farão com que o time permaneça na elite do futebol paraibano.

- A instituição é grande, tem história e merece o respeito de quem veste a camisa. Todos tem que remar para o mesmo lado. Quando neguei algumas propostas de trabalho para continuar no Atlético, foi porque acredito que o clube vai sair dessa situação. Nós não vamos cair. O grupo, como já é de conhecimento de todos, inclusive dos próprios adversários, evoluiu muito, e esta evolução está vindo na hora certa – comemorou Cleibson.

Começando do zero na nova fase da competição, a motivação do elenco se renova, e Cleibson fala até em comemorar a fuga do rebaixamento como título. Para o treinador, a força do torcedor cajazeirense será fundamental para o sucesso do clube ao fim do quadrangular.

- Sempre falei existe dois títulos em uma competição, o que levanta o troféu e o que escapa do rebaixamento. Nós vamos sair dessa situação, vamos dar a volta por cima, vamos superar todas essas adversidades, entraremos fortes e com ajuda do torcedor. O nosso grande incentivo é o que vem das arquibancadas – finalizou.

O Atlético de Cajazeiras recebe o Auto Esporte na primeira rodada do quadrangular  final no estádio Perpetão. A partida está marcada para o dia 6 de abril, às 20h30.

Voz da Torcida

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.