JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

13 de abril de 2016

Para evitar novos casos de Chikungunya no Sousa a arma adotada é o repelente

Três Jogadores tiveram a doença recentemente e a diretoria decidiu que todo o grupo vai ter que usar o repelente antes dos treinos. Foco do mosquito pode ser no Marizão.

Jogadores estão tendo que reforçar o uso do repelente antes de cada treino no Marizão (Foto: Beto Silva / TV Paraíba)
Depois do surto de Chikungunya que afetou três jogadores do Sousa na última semana, a diretoria sertaneja decidiu tomar uma decisão  drástica e inusitada no combate ao mosquito Aedes Aegypti. A partir de agora, antes de começar cada treinamento no Estádio Marizão, os jogadores do Dinossauro vão ser obrigados a colocar bastante repelente no corpo para evitar que novas baixas no elenco aconteçam por conta da doença.

O meia Márcio Tarrafas, um dos primeiros do elenco a ser atingido pela Chikungunya, contou as dificuldades que enfrentou até poder voltar a treinar normalmente, sem dores.

- Faz uns 40 dias que eu fiquei doente e tive que parar os treinamentos porque não aguentava as dores nas pernas, nas articulações. É complicado e foi bom essa ideia de usar repelente para tentar impedir que mais alguém do elenco acabe adoecendo. Cada baixa que a gente sofrer é complicado porque prejudica a gente na briga pelas vitórias no campeonato - comentou o jogador alviverde.

Apesar dos problemas que vem enfrentando com o mosquito, o Sousa conseguiu no último domingo uma vantagem importante na briga contra o Botafogo-PB por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paraibano. O Dinossauro venceu por 3 a 1 e agora pode perde por até um gol para se classificar às semifinais.

O problema, contudo, é que o Sousa adota estas medidas com os atletas, mas o problema central não foi atacado. Isto porque, no Estádio Marizão, que é de propriedade da Prefeitura de Sousa, é possível encontrar acúmulo de água parada bem na entrada do túnel que dá acesso aos vestiários. O Sousa, além de jogar no local, treina lá diariamente.

Fonte: Globo Esporte Paraíba

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.