JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

26 de maio de 2016

CSP e campinense empatem em 1 a1 e raposa vai a final contra o Botafogo

Na noite desta quarta-feira (25), CSP e Campinense decidiram quem seria o adversário do Botafogo-PB na final do Campeonato Paraibano de 2016. O empate por 1 a 1 levou a Raposa para a final contra o Belo pelo terceiro ano consecutivo.

O primeiro tempo quase não teve oportunidades de gol. Apesar de precisar do resultado, o CSP manteve a mesma postura da partida no Amigão e se retraiu em seu campo esperando o rubro-negro, que tinha a vantagem do empate, e trocava muita bola, rondava bastante a área do goleiro Wallace, mas não chutava em direção à meta.

Depois do intervalo, parecia que a situação ia mudar. Já aos 3 minutos Caaporã recebeu a bola na frente da área, puxou para a direita e chutou na rede pelo lado de fora, quase abrindo o placar para o Tigre Praiano. A resposta da Raposa aconteceu dois minutos depois, com Chapinha, que cobrou falta da esquerda com perigo, passando por cima da meta tricolor.

Aos 13 minutos, um lance inacreditável. Pitbull invadiu a área pela esquerda e bateu cruzado. A bola explodiu na trave e sobrou para Jussimar, praticamente em cima da linha, sem goleiro. Mas a pelota foi na canela do atacante e saiu pela linha de fundo. Ninguém acreditou na chance que o Campinense desperdiçou para abrir o placar.

Sobrou para o artilheiro do Brasil a tarefa de marcar o gol. Aos 27 minutos, Pitbull avançou pela esquerda e cruzou na cabeça de Rodrigão, que só escorou, com muita calma, para fazer o primeiro do Campinense no jogo, e seu décimo oitavo tento no ano.

Mas ainda deu tempo do CSP esboçar uma reação. Aos 44 minutos, Henrique cruzou da esquerda, a bola desviou na zaga e sobrou para Caaporã, que na segunda trave apareceu livre e estufou a rede de Gledson, empatando o jogo.

O resultado agregado de 2 a 1 leva o Campinense para a final, onde enfrentará o Botafogo-PB, e terá a vantagem de jogar a segunda partida no Amigão, provavelmente no dia 8 de junho. Além disso, o placar classificou o Sousa para a Série D do Brasileiro, já que o Dino somou mais pontos que o Tigre no decorrer da competição. 

Ficha técnica
CSP 1 x 1 Campinense (Agregado 1×2)
Campeonato Paraibano de 2016 (2º jogo das semifinais)
Estádio: Almeidão (João Pessoa)

Arbitrage: Éder Caxias; Luís Felipe, Sousa Júnior
Gols: Caaporã (CSP); Rodrigão (CC)
Cartões amarelos: Pêu, Luiz Paulo, Caaporã (CSP); Tiago Sala (CC)

CSP: Wallace, Igor (David), Hítalo, Luiz Paulo, Fábio; Walber, Pêu (Leo Carioca), Leandro (Henrique), Carioca; Caaporã, Bruno Paraíba. Técnico: Tazinho.
Campinense: Gledson, Fernando Pires, Joécio, Tiago Sala, Danilo (Filipe Ramon); Fernando Pires, Magno, Jussimar (Raul), Chapinha; Reginaldo Júnior (Adalgiso Pitbull), Rodrigão. Técnico: Francisco Diá.


Fonte: Voz da Torcida

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.