JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

2 de maio de 2016

O Campinense sai na frente, sede o empate e o Santa comquista a Copa do Nordeste

O Santa cruz é campeão da Copa do Nordeste. Neste domingo, o Tricolor pernambucano empatou em 1 a 1 com o Campinense, no Estádio Amigão, em Campina Grande, na Paraíba, e garantiu o título da competição regional, já que vencera o primeiro confronto por 2 a 1, no Arruda. A Raposa saiu na frente com Rodrigão, mas Arthur empatou e deu a conquista inédita ao Santinha.

A partida foi bastante disputada desde o início, com as duas equipes buscando o jogo e não abrindo mão de atacar. O Campinense saiu na frente e animou a torcida, que lotou o Amigão na tarde deste domingo, mas o gol de Arthur jogou um balde a água fria no paraibanos e alegrou os pernambucanos que foram aos estádio, que puderam comemorar o título.

A conquista assegura a presença do Santa Cruz nas duas próximas edições da Copa Sul-Americana, neste ano e em 2017. O Cobra Coral volta a campo na quarta-feira, para enfrentar o Sport, pela primeira partida na final do Campeonato Pernambucano. O Campinense, por sua vez, volta a jogar no próximo domingo, contra o CSP, pelo jogo de ida das semifinais do Paraibano. 

O jogo – Mesmo com a vantagem do empate, o Santa Cruz foi para cima do Campinense e logo com um minuto de bola rolando, Grafite sofreu falta na entrada da área. Tiago Costa cobrou com categoria, mas mandou para fora, assustando o goleiro Gledson. Os donos da casa não se abalaram e também foram para o ataque, explorando as jogadas pelo lado direito.

Valendo título, a partida estava tensa. Tirando a chance na cobrança de falta, o Tricolor pernambucano tinha dificuldades para armar as jogadas. Levando ligeira vantagem, o Campinense teve grande oportunidade de abrir o placar, aos 18 minutos. Roger Gaúcho saiu cara a cara com Tiago Cardoso, mas errou a finalização.

O Santa Cruz respondeu na marca de 26 minutos. Arthur fez bela jogada pela direita, passou por Tiago Sala e cruzou para Grafite. O camisa 23 coral ficou de frente para o gol, porém chutou por cima e desperdiçou uma grande chance. O primeiro tempo terminou sem gols.

O Tricolor pernambucano voltou para a etapa final assustando Tiago Cardoso. Logo aos dois minutos, Arthur recebeu na entrada da área e chutou forte cruzado, mas a bola foi na rede pelo lado de fora. O Campinense equilibrou as ações e não demorou a tomar conta do jogo, acuando o adversário. Aos 25, a Raposa abriu o placar. Rodrigão tabelou com Adalgiso Pitbull e, mesmo cercado por três marcadores, bateu no canto esquerdo de Tiago Cardoso.

O Santa Cruz sentiu o gol sofrido, mas rapidamente recuperou a concentração e chegou ao empate aos 33 minutos, com Arthur. Keno partiu para cima de Negretti, na esquerda do ataque, e cruzou para a área. Arthur errou a primeira finalização, mas pegou o rebote e colocou no fundo das redes.

Com o gol do Santa Cruz, o desespero passou para o outro lado. O Campinense partiu para cima na tentativa de marcar o segundo gol, que levaria a partida os pênaltis. O time coral trocava passes quando tinha a posse de bola, fazendo o tempo passar. Mesmo com os três minutos de acréscimo, a Raposa não conseguiu marcar e o título ficou com o Tricolor. 

FICHA TÉCNICA CAMPINENSE X SANTA CRUZ
Local: Estádio Amigão, em Campina Grande (PB) Data: 1° de maio de 2016, domingo Horário: 16h (de Brasília) Árbitro: Jaílson Macedo Freitas (BA) Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA) Cartões amarelos: Rodrigão (Campinense); Tiago Cardoso, Arthur (Santa Cruz)
GOLS: CAMPINENSE: Rodrigão, aos 25 minutos do segundo tempo SANTA CRUZ: Arthur, aos 33 minutos do segundo tempo
CAMPINENSE: Gledson; Negretti, Joécio, Tiago Sala e Danilo; Fernando Pires, Magno, Jussimar (Tiago Pedra) e Roger Gaúcho (Adalgiso Pitbull); Filipe Ramon (Raul) e Rodrigão Técnico: Francisco Diá
SANTA CRUZ: Tiago Cardoso; Vítor (Bruno Moraes), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Leandro Lima (João Paulo) e Lelê (Wellington); Arthur, Keno e Grafite Técnico: Milton Mendes

Fonte: Gazeta Esportiva

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.