JG INFORMÁTICA

Recarga de toner de impressora HP, SAMSUNG e manutenção de TECLADOS DE NOTEBOOK,

além de manutenção em geral é com a JG INFORMÁTICA.

Entre em contato pelo fone: (83) 9 8115-7098.

Org. Jailson Galdino

Horóscopo diário

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

Compre a rifa da Desportiva Guarabira aqui

8 de agosto de 2016

JP Espectros atropela Recife Pirates e vence por 45 a 6, na Capital

Um verdadeiro passeio. Assim pode ser definido o primeiro jogo do João Pessoa Espectros em casa pela Conferência Nordeste da Superliga Nacional de Futebol Americano. Jogando no Estádio Almeidão, que contou com a presença de um bom público, os Fantasmas não tomaram conhecimento do Recife Pirates e venceram por 45 a 6, na tarde deste domingo (7).

Só deu JP Espectros no jogo
O técnico do JP Espectros, Kevin Veloso, comemorou bastante a vitória diante dos pernambucanos, ressaltando principalmente o desempenho de sua defesa, que, segundo ele, é a melhor do Brasil.

“Eu tenho que ressaltar o trabalho de nossa defesa. Não existe esse jogo que eles fizeram. Nossos atletas cederam pouquíssimos first downs e não deixaram nenhuma dúvida que formam a melhor defesa do país”, disse o treinador, que no jogo diante do Pirates ganhou o americano Carlos Cox, novo reforço do time para o sistema defensivo.

A próxima partida dos Fantasmas será no dia 21, contra Ufersa Petroleiros, no Estádio Leonardo Nogueira (Nogueirão), na cidade de Mossoró.

Espectros não leva sustos
Desde o início do jogo, o Espectros mostrou superioridade e não demorou a abrir o placar, com um touchdown do wide receiver Vitor Ramalho, que atuou de quarterback devido a contusão de Rodrigo Dantas. Por falar em Ramalho, ele pode ser considerado o grande nome da partida, já que anotou ainda mais dois touchdowns e distribuiu bem as jogadas de ataque do time da casa.

Além dele, Everton Antero, o Pingo, com dois touchdowns e Jesus Emanuel, com um, ajudaram o Espectros a construir o placar. Outro que estava em dia inspirado foi Diego Aranha. O chutador marcou seis pontos extras e ainda contribuiu com um field goal.

A única pontuação do Recife Pirates na partida veio através de um touchdown de Raynner Araújo, ainda no primeiro quarto. Depois disso, o ataque pirata foi engolido pela defesa fantasma, que em dia inspirado, deixou o time pernambucano avançar poucas jardas.

Portal Correio

Nenhum comentário :
Write comentários

Todo e qualquer conteúdo publicado nos comentário do Actual Esporte é de total responsabilidade de quem os aferir.